STJ adia análise da indicação de novo relator para casos de Lula

Após indicar para os colegas que discutiria no Superior Tribunal de Justiça (STJ), na quinta (1º), a indicação de um relator provisório para os casos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente do tribunal, João Otavio de Noronha, decidiu esperar ao menos 30 dias de afastamento médico do titular do posto, Felix Fischer, segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo.

De acordo com a publicação, a aliados, Noronha disse que seria uma “deselegância” tratar do assunto neste momento. Fischer sofreu uma embolia pulmonar.