Doria diz que ‘política de segurança pública não vai mudar’

Governador lamentou nove mortes em baile funk, mas afirmou que “as ações nas comunidades de São Paulo vão continuar”

Foto: Marcos Corrêa/PR

Apesar das nove mortes após ação da Polícia Militar em um baile funk em Paraisópolis, na Zona Sul da capital paulista, o governador João Doria (PSDB) disse nesta segunda-feira (2) que a política de segurança pública do estado não será modificada, de acordo com o G1.

“São Paulo tem o melhor sistema de segurança preventiva, isso não significa que não seja infalível. A política de segurança pública do estado de São Paulo não vai mudar”, declarou o tucano, em coletiva.

“As ações nas comunidades de São Paulo vão continuar. A existência de um fato e circunstancialmente com as apurações que serão feitas, não inibirá as ações que serão feitas envolvendo Segurança Pública. Não inibe ação mas exige apuração”, acrescentou o governador, que disse lamentar as mortes.

A Corregedoria da Polícia Militar de São Paulo assumiu o inquérito sobre a ação que resultou em nove mortos por pisoteamento e 12 feridos.

Porta-voz da PM, o tenente-coronel Emerson Massera informou que a decisão sobre a condução do inquérito partiu do comandante Marcelo Vieira Salles, comandante-geral da corporação.

“O Coronel Salles determinou ontem [domingo] à noite que a Corregedoria avocasse o inquérito policial”, declarou Massera, em entrevista à GloboNews.

Fonte: Bahia.Ba